Não conseguiu o FIES? Saiba o que fazer!

A Financiamento Estudantil é uma das formas de garantir a graduação no ensino privado. O programa do Governo Federal ajudou milhares de estudantes a concluírem seus estudos. Amparado pela Lei 10.260/2001, contudo, ele não é a única forma de garantir a graduação. Saiba outras maneiras a seguir. 

Descontos para pagamento de mensalidade são uma opção

O programa Fies de fato é atrativo. Pagar mensalidades de faculdades ou universidades caras apenas depois de se formar pode ajudar muitos estudantes do ensino médio da categoria baixa renda a sonhar com o diploma de graduação e avançar na carreira. 

Uma opção é buscar descontos mensais com bolsas de estudo parciais. Quando pagar a mensalidade integral não é possível há programas fornecendo bolsas de estudo parciais. Um bom exemplo é o educa mais brasil, com bolsas de estudo de até 70% do valor da mensalidade em instituições de todo o Brasil. 

O PraValer funciona da mesma forma, assim como o Quero Bolsa. O aluno se cadastra gratuitamente, informa seus dados pessoais e renda, as informações são verificadas e a bolsa na instituição de ensino escolhida é fornecida na hora. 

Uma vantagem de tais programas é ser de pagamento mensal. Acabou o curso a dívida está finalizada, o que não acontece com o Fies. O financiamento do Governo Federal é ótimo mas correm juros e ainda deixa o aluno com um período de 18 meses para pagar o valor integral. Nem todos conseguem.

O ProUni pode ser uma boa pedida

Alternativamente ao Fies há o Programa Universidade para Todos. Ele é do Governo Federal e fornece bolsas de estudos parciais ou integrais. A principal vantagem anunciamos de pronto: é uma bolsa e não um financiamento. 

Os alunos aprovados no programa ganham bolsa de estudos de 25% a 100% do valor da mensalidade. Não fica devendo nada e podem concluir a sua graduação com tranquilidade. 

O diferencial a ponto de fazer alguns alunos correrem do ProUni é ter muitos pré requisitos a serem cumpridos. Um deles é não ter como pagar mesmo a mensalidade de universidade pública e isso quer dizer ter uma renda mensal familiar de até dois salários mínimos. 

Outro ponto importante é ter feito a prova do Enem no ano anterior com nota mínima de 4,5 em conhecimentos gerais e não ter tirado zero em redação. Também não pode ter diploma em outra graduação, é apenas para quem não tem nível superior. 

Há como fazer uma graduação de graça no Brasil?

Além do ProUni as universidades e faculdades fornecem bolsas de estudos em programas próprios. O segredo é buscar em seus sites ou visitar pessoalmente as instituições de ensino.

As bolsas de estudo integrais são concedidas por diversos motivos. Podem ser por melhores notas no ensino médio, os estudantes com maior nota no Enem, com interesse em pesquisa, dentre outras possibilidades. 

O importante é buscar informações nas próprias instituições e se informar se há vagas e quais os pré requisitos. Algumas exigem documentação específica para entregar e concorrer no processo seletivo. Quanto antes isso forem buscadas as informações melhor!